Acabe HOJE com os sintomas que você está sentindo

Ansiedade Leva A Transtornos Alimentares

Ansiedade Leva A Transtornos Alimentares

Pessoas com transtornos de ansiedade não tratados estão predispostas a desenvolver transtornos alimentares como a anorexia e bulimia.

Quando uma pessoa desenvolve transtorno alimentar, isso não tem muito a ver com a comida em si.

Anorexia ou bulimia podem geralmente ser consequência de algum problema emocional não muito claro, onde o controle exagerado da alimentação ou o alimento como forma de alivio é uma maneira de se auto tratar. Geralmente, o transtorno que leva a restringir comida ou comer demais é de fato a ansiedade.

Ansiedade E Transtornos Alimentares: A Conexão

Por um tempo, os médicos afirmaram que transtornos alimentares e transtornos da ansiedade estão relacionados. Mas eles agora estão começando a se dar conta de que a ansiedade pode vir primeiro, e fazer um indivíduo mais predisposto a desenvolver um transtorno alimentar.

Existe uma forte ligação. Um estudo descobriu que duas de cada três pessoas com transtornos alimentares também tinham um transtorno da ansiedade em algum ponto de suas vidas.

A ansiedade geralmente precede transtornos alimentares. Quando as pessoas começam a se preocupar demais, é comum essa preocupação ser descontada na comida.

Revelado como acabar c/ a ansiedade alimentar hoje mesmo com estas estratégias simples…

Pessoas com transtorno obsessivo compulsivo, ou TOC, são mais propensas a desenvolver um transtorno alimentar. O transtorno da ansiedade social e o transtorno do estresse pós traumático também são frequentemente associados ao desenvolvimento de transtornos alimentares.

Transtornos alimentares incluem:

Anorexia. Este transtorno alimentar é caracterizado pela restrição alimentar severa. Pessoas com anorexia estão constantemente preocupadas com o ganho de peso.

Transtorno da alimentação compulsiva. Esse transtorno faz as pessoas comerem quantidades excessivas de comida. Pessoas com esse transtorno exibem uma incapacidade real de controlar a quantidade de comida ingerida.

Elas também podem comer rápido demais, quando não estão com fome, é muito além do ponto de saciedade. Elas ficam o tempo todo envergonhadas com o tanto de comida que comem.

Bulimia. A bulimia é caracterizada pelo transtorno alimentar compulsivo seguido de vômito ou diarreia. Quem sofre de bulimia tem medo de ganhar peso e acaba forçando um vômito ou abusa de laxantes.

Ansiedade E Transtornos Alimentares: A História De Uma Mulher

A Amanda tem lidado com a ansiedade desde a adolescência. Aos 14 anos, ela recorreu a restrição alimentar para tentar administrar seus sentimentos.

“Eu tenho lutado com a ansiedade por um bom tempo da minha vida, e o transtorno alimentar acabou virando uma saída, meu jeito de lidar com as sensações de ansiedade”, diz ela.

“No começo, eu achava que se eu perdesse alguns quilos, eu seria mais feliz. Mas a coisa ficou fora de controle. Quanto mais eu perdia peso, mas eu queria perder”.

A Amanda agora reconhece que em vez de tentar lidar com a ansiedade e a depressão dela, o que ela não conseguia controlar, ela recorreu a anorexia, que ela conseguia controlar.

“Eu acho que, como eu não tinha palavras para descrever o que estava acontecendo, eu desenvolvi um transtorno alimentar como um jeito quase socialmente aceitável de agir contra a ansiedade que eu estava sentindo internamente”, diz Amanda.

Ela colocou pressão em si mesma para ser perfeita, e isso incluía seu peso. ” Eu sentia que se não fosse boa em uma coisa, eu não era uma boa pessoa”, explica.

Ansiedade E Transtorno Alimentar: Tratando Os Dois Juntos

Como a ansiedade e transtorno alimentar estão intimamente relacionadas, os dois têm que ser tratados juntos. Aprender a administrar a ansiedade ajudou a Amanda a conquistar a cura do seu transtorno alimentar. Hoje, aos 23 anos, ela se considera recuperada da anorexia.

O tratamento deve concentrar nos dois transtornos juntos, em vez de duas condições separadas. O tratamento deve considerar peso, tamanho do corpo, tipo e aparência, bem como pensamentos ansiosos. Você tem que aprender como pensar diferente em relação a estas coisas.

A terapia cognitiva-comportamental e a psicoterapia são eficazes no tratamento de transtornos alimentares e transtornos da ansiedade.

Aprender sobre ansiedade, e o que fazer quando aparecer sentimentos de ansiedade, pode ensinar pessoas com transtornos alimentares maneiras de controlar a ansiedade que não envolva comida e o peso.

Remédios, como antidepressivos e anti ansiedade, também podem ajudar pessoas com transtornos alimentar a controlar a ansiedade e a aprender a separar a comida destes sentimentos.

Grupos de apoio também são uma saída para entender melhor os transtornos alimentares e transtornos da ansiedade, e como se tratar completamente.

Você tem ansiedade alimentar? Conte-nos sua história.

1 comentário… add one

  • Muito obrigada.

Leave a Comment