Acabe HOJE com os sintomas que você está sentindo

Remédios Naturais Para A Síndrome Do Pânico

Remédios Naturais Para A Síndrome Do Pânico

Conheça A História Da Sara E Como Ela Se Curou Da Síndrome Do Pânico Com Remédios Naturais:

Anos atrás, pouco depois de fazer 30 anos, eu desenvolve síndrome do pânico do nada. Embora não seja relativamente perigoso, um ataque de pânico faz parecer que você vai morrer.

Batimentos cardíacos acelerados, dificuldade de respirar, peso no peito e uma sensação de impotência chegam esmagando do você psicologicamente e depois desaparece completamente dentro de três a 10 minutos, apesar de as vezes os sintomas perdure por muitas horas depois.

O tempo foi passando e eu não via nem um sinal de melhora nesses episódios, até que um dia eu resolvi procurar ajuda. Mas eu odeio remédios sintéticos. Eu não queria ficar dependente de químicas que só causam efeitos colaterais e não cura o transtorno do pânico na fonte do problema. Foi então que eu comecei a experimentar remédios naturais para a síndrome do pânico.

O pessoal confunde ataque de pânico com ataque cardíaco quando tem um pela primeira vez e acabam indo parar no pronto-socorro ou gastando milhares de reais com consultas, exames e remédios, que no final das contas não resolve nada. Felizmente, eu soube na hora diferenciar um ataque de pânico de um ataque cardíaco, assim pelo menos eu evitei o trauma de ter que ir para o pronto socorro, mas ainda assim foi um choque.

Revelado como acabar c/ seus ataques de pânico hoje mesmo com estas estratégias simples…

Eu bem que fiz uma bateria de exames simples, mas só para ter certeza de que nada estava errado. Meu médico fez um eletrocardiograma e examinou outros sinais vitais e não encontrou nada.

Na época, eu intuitivamente sabia por que eu tinha começado a ter esses ataques. Eu estava em um trabalho que eu odiava, mesmo sendo um ótimo cargo, com um salário muito bom. Eu estava trabalhando muito e comendo mal (fast food para o almoço quase todos os dias). O estresse era bastante descontrolado. O trabalho era longe de casa, e o estresse de lidar com o tráfego pesado no início e no final do dia se juntava ao estresse no trabalho. Em suma, eu passava a maior parte dos meus dias fazendo coisas que eu não gostava ou queria fazer.

Nada bom.

Para mim, o aumento da frequência dos ataques de pânico era um aviso para “Mudar de vida” o mais rápido possível. Eu precisava mudar minha vida drasticamente e ainda assim eu não sabia como e o que fazer.

Levei mais alguns anos antes de finalmente conseguir deixar esse emprego de uma vez e começar a trabalhar em uma função muito mais agradável, menos estressante e mais gratificante.

Nesse meio tempo, no entanto, abaixo está como eu aprendi a reduzir e eliminar minha síndrome do pânico sem remédios.

Eu provavelmente devo acrescentar que eu nunca considerei tomar remédios. Eu conheço um monte de gente hoje em dia que tomam remédio para síndrome do pânico. Para mim, isso é como cortar o fio para a luz do óleo no painel do seu carro. A luz pode ter parado de piscar, mas você ainda está perigosamente perto de explodir o motor.

Um ataque de pânico é o seu corpo dizendo que algo está errado e tomar remédio para encobrir os sintomas não faz nada além de ignorar a origem do problema.

Se você tiver um problema com síndrome do pânico e gostaria de acabar com esse problema sem remédios, talvez o que eu fiz pode ajudá-lo.

Com poucos meses de implementação desses remédios naturais eu parei de ter síndrome do pânico. Me levou algum tempo para descobrir quais mudanças precisavam ser feitas, já que eu ignorei os sintomas por algum tempo esperando que eles simplesmente fossem embora. Não foram – os ataques só ficaram mais frequentes e mais intensos!

Quando eu me comprometi a sarar, os ataques começaram a ocorrer com menos frequência, até que finalmente parou de acontecer por completo.

Até o momento que escrevo esse relato, eu não consigo me lembrar da última vez que tive um ataque de pânico. Com certeza fazem muitos anos.

Ataques de Pânico Solução 1: Sucos

Eu percebi que uma grande razão para eu desenvolver síndrome do pânico foi a minha dieta ruim. Eu estava provavelmente com falta de nutrientes e os ataques de pânico foram a forma de meu corpo me avisar que eu precisava de ajuda.

Minha solução foi comprar um espremedor e começar a fazer sucos, pelo menos uma vez por dia na maioria dos dias. O café da manhã era a refeição ideal para eu tomar apenas um copo de suco de legumes. Minha combinação favorita era essa:.

  • 1/4 fatia de gengibre
  • 1 beterraba
  • 1/2 maçã, com a semente
  • 4 cenouras, sem a parte verde

Não há dúvida de que os sucos de vegetais frescos é uma ótima maneira de obter uma grande quantidade de minerais de fácil digestão.

Ataques de Pânico Solução 2: Ayurveda

Ayurveda

Ayurveda é um sistema da medicina tradicional da Índia com base nos três doshas (tendências físicas e emocionais): Vata, Pitta e Kapha.

Um especialista em Ayurveda na minha na minha cidade me diagnosticou com um desequilíbrio de Vata, como Vata é o meu principal dosha, ele me sugeriu mudanças no meu estilo de vida para trazer a Vata de volta ao equilíbrio.

As principais alterações que fiz com base nas suas sugestões dele foi ir para a cama até no máximo 10:30 e comer a maioria das minhas refeições quentes e cozidas. Vatas não se dão bem com comida.

Eu também usei um chá Vata que continha ervas calmantes para este dosha em particular e bebia sempre que eu me sentia “fora dos eixos”.

Ela também me disse para comer mais gordura! Este momento da minha vida foi muito antes de eu descobrir os princípios de uma alimentação tradicionalmente saudável e eu, é claro, cometi o erro que muitos ocidentais cometem de comer gorduras poucos saudáveis.

Comer mais carne e leite foi uma saída para equilibrar minha fisiologia, como sugere a Ayurveda. Comer mais gordura também levantou o meu colesterol. Minha médica pediu um exame de sangue e descobri que meu colesterol estava em torno de 125 no momento que minha síndrome do pânico começou.

Seus primeiros passos para superar a ansiedade e pânico estão aqui.

Claro, ela achou isso era fantástico e me parabenizou pelo tal número “saudável”.

Já meu especialista em Ayurveda pensava o contrário. Ele me disse que estava muito baixo e que eu estava até com um risco aumentado de câncer. Isso me chocou obviamente, eu nunca tinha ouvido isso antes, mas eu fiz o que ele me disse para fazer.

Comer mais gordura aumentou meu colesterol substancialmente (para cerca de 175 na época) ao longo de um período de alguns meses e eu acredito firmemente que isso contribuiu bastante para minha síndrome do pânico começar a desaparecer.

Meu médico ayurvédico também me disse para parar de fazer exercícios cardiovasculares. Ele disse que era completamente inadequado para minha fisiologia (dosha) e que caminhada, ioga ou outros exercícios menos extenuantes eram mais saudáveis ​​para mim.

Naquela época, eu estava fazendo boxe e correndo 3 vezes por semana. Por sugestão dela, parei estas formas de exercícios, peguei meu cachorro, e comecei a caminhar!

Ataques de Pânico Solução 3: Esfoliação da Pele Seca

woman-exfoliating-skin3

Os ataques de pânico podem frequentemente sinalizar que algum sistema do corpo está sobrecarregado de toxinas.

Esfoliar a pele com uma escova de cerdas naturais ou bucha antes de tomar banho ajuda na eliminação de toxinas que estão prejudicando a saúde de alguma forma.

A pele é o maior órgão para eliminação de toxinas e escovar a pele seca é a maneira mais eficaz para ajudar a pele n esta importante função.

Escovar delicadamente em movimentos circulares em direção ao coração começando com os pés é a melhor maneira de esfoliar. Não esfolie o rosto. Termine o sua esfoliação com uma varredura em cada clavícula, do pescoço ao ombro. Isso estimula as glândulas nessa área para ajudar no processo de limpeza.

É uma boa ideia beber um copo de água filtrada após o banho para ajudar com a eliminação de todas as toxinas que ficaram.

Ataques de Pânico Solução 4: Aprendendo a Respirar

Quase todo mundo respira incorretamente – muito raso, o que aumenta a ansiedade. É importante treinar-se para respirar como você fazia quando você era bebê – lenta e profundamente. Você já viu um bebê respirar no berço? Bebês respiram tão lento e profundo que um pai quando vê pela primeira vez, às vezes pensa que a criança parou de respirar!

Nós adultos precisamos reaprender a respirar do mesmo jeito. Inspire pelo nariz contando até 8, segure contando até 4, e expire pelo nariz fazendo um tipo de som respiração Darth Vader na parte de trás da garganta, contando até 8. Respirando desta forma estimula o nervo vago, que facilita o relaxamento.

Esta é a maneira que você é ensinado a respirar na aula de ioga também, e é uma das grandes razões da yoga ser muito útil para ajudar as pessoas a relaxar.

Qualquer pessoa sentindo um ataque de pânico chegando pode interromper o processo fazendo algumas lentas, profundas e longas respirações, como eu acabei de descrever. Nos primeiros dias de luta com minha síndrome do pânico, aprender a respirar corretamente foi de grande ajuda.

A respiração é um instrumento muito poderoso para a saúde! Pratique diariamente senão você não vai fazer certo no calor do momento quando você precisar dela.

Espero que essas sugestões de remédios naturais para a síndrome do pânico possa ajudá-lo a superar esses episódios assustadores se eles estão causando-lhe sofrimento agora.

Você superou uma situação semelhante? Se sim, como você fez isso? O que terapias ou mudanças de dieta holística fez a diferença?

2 comentários… add one

  • Olá gostaria do contato desse médico ayurvético. Obrigada

  • Q cura meu pânico é rivotril….e os 10 minutos são 10 horas de dor..mas vou tentar algo do q vc falou…afinal …crise nao da nem pro arroz e feijão..sorte

Leave a Comment