Acabe HOJE com os sintomas que você está sentindo

Depressão, Ansiedade Ou Transtorno Bipolar: O Que É Que Eu Tenho?

Transtorno-bipolar

Será Que É Depressão?

Sintomas da depressão, transtorno da ansiedade e transtorno bipolar tem semelhanças, mas exige tratamentos diferentes.

Essa sensação de tristeza e falta de esperança simplesmente não vai embora. Isso está afetando seu trabalho, sua vida. Parece depressão. Mas será que é outra coisa?

Muitas pessoas com depressão também sentem algum grau de ansiedade, ansiedade que vai além da atenção típica que passamos quando enfrentamos os desafios da vida.

Para pessoas com um transtorno de ansiedade, o medo esmagador e a preocupação constante, com pensamentos obsessivos, sensações de pânico, dificuldade para dormir, palpitações no coração, mãos frias ou suadas.

“É com muita frequência que vemos pessoas terem mais de um desses transtornos, tanto depressão quanto ansiedade”, disse Charles Goodstein, um médico psiquiatra e professor de psiquiatria da escola de Medicina da Universidade de Nova Iorque. “De fato, é muito difícil encontrar pacientes com depressão que não tenham ansiedade. É igualmente difícil encontrar pessoas com ansiedade que não tem alguma depressão”.

Transtornos Da Ansiedade e Do Humor: Similares A Depressão

De fato, tristeza, depressão e ansiedade são causados pelos eventos da vida, e os sintomas não são fáceis de separar, diz Andrea Fagiolini, uma psiquiatra e diretora do Centro Bipolar da Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh.

“Vemos isso com muita frequência. Problemas financeiros, familiares e de relacionamentos… Tudo isso causa ansiedade e tristeza, assim nós consideramos estes sentimentos algo normal.

Eles não são normais quando são extremamente intensos, quando eles influenciam negativamente na capacidade da pessoa de funcionar no dia a dia, afetando sua qualidade de vida.

Quando tudo isso está acontecendo, fica difícil resolver justamente os problemas que iniciaram a depressão”.

Além da ansiedade e depressão, pode ter uma coisa acontecendo… O transtorno bipolar.

Revelado como acabar c/ seus ataques de pânico hoje mesmo com estas estratégias simples…

Esse é um transtorno que envolve a mudança de humor da pessoa, fazendo ela ir de depressão profunda para até fases maníacas, como inquietação, dificuldade de concentração, pensamentos acelerados, decisões impulsivas, comportamento imprudente e mal julgamento.

Em muitos casos, um temperamento normal entra no meio dessas fases.

Antidepressivo Nem Sempre É A Melhor Opção

Por causa da dificuldade de diagnosticar estas disfunções no humor, é importante falar com seu médico sobre o que você tem sentindo sentido ultimamente.

É crucial também que seu médico separe um tempo para fazer muitas perguntas. Segundo Charles Goodstein, “Muitas pessoas vão para um terapeuta geral primeiro. Elas estão se sentindo deprimidas e acham que podem precisar de um antidepressivo. Mas se um médico está muito ocupado, ele ou ela não consegue avaliar adequadamente”.

Nestas circunstâncias, o antidepressivo é prescrito, mas pode ou não ser a escolha certa.

Antidepressivos são usados para tratar tanto transtornos da ansiedade quanto a depressão. Porém, uma pessoa com transtorno bipolar precisa de uma configuração diferente de remédios, um estabilizador de humor e um remédio contra pensamentos maníacos”, diz Andrea Fagiolini.

Existem vários tipos de estabilizadores de humor, que inclui remédios para a convulsão.

O perigo: “Dar um antidepressivo para alguém com transtorno bipolar pode causar pensamentos maníacos”, explica a médica. “Episódios maníacos são perigosos, porque você pode jugar muito mal uma situação, usar mais remédios ou drogas, dirigir sem prudência, gastar muito dinheiro, e fazer muito mais sexo sem proteção. Existe um risco maior de ter um comportamento de alto risco porque a pessoa passa a julgar mal as situações “.

Tratar A Disfunção No Humor Leva Tempo

O que é mais importante, segundo psiquiatras, é reconhecer que tem algo errado. E em seguida procurar um médico.

“É um bom sinal se seu médico quer rever você mais de uma vez antes de prescrever algo “, diz Charles Goodstein. “O ideal é seu médico avaliar você regularmente, em vez de prescrever remédios e dizer ‘volte aqui em seis meses’”.

Como o transtorno bipolar é uma condição contínua, mas nem sempre evidente, é recomendado um tratamento preventivo de longo prazo.

Uma combinação de medicamentos e psicoterapia funciona melhor para ter o controle do transtorno no decorrer do tempo.

Com a maioria das pessoas, as coisas são mais complicadas do que parecem na primeira visita.

Quase sempre, tem algo mais acontecendo, seu médico não consegue descobrir tudo em uma única consulta. É errado um médico achar que pode.

É importante se tratar de qualquer transtorno de humor, porque pode afetar sua própria qualidade de vida, bem como as pessoas em sua volta.

Quando você está depressivo por qualquer razão, você não liga para si mesmo. Você não se importa com as pessoas em sua volta. E muitas vezes, você não tem a motivação para buscar ajuda porque você se sente sem esperança.

Você pode achar que não tem jeito de resolver seus problemas, mas isso não é verdade. Depressão, ansiedade e transtorno bipolar podem ser tratados.

Você tem algum desses transtornos? Conte-nos seu caso.

3 comentários… add one

  • Há mais de 10 anos passei a sentir muita irritação, ódio, angustia, tristeza profunda, muita ansiedade e pensamentos negativos.
    Há 6 anos faço tratamento com médicos neurologistas e psiquiátricos, e também psicólogos.
    Já tomei mais de 50 tipo de medicamentos, sempre em combinação.
    Hoje tenho esofagite erosiva no antro, apneia do sono, insônia grave, perda de memória, ansiedade generalizada, perda de massa muscular, desregularização hormonal e me sinto que estou entre a morte, o homicídio e o genocídio.
    Já me trataram de bipolaridade, depressão bipolar, ansiedade generalizada e insônia.
    Não consigo trabalhar; não consigo ter relacionamento interpessoal com ninguém, nem mesmo com pessoas da família; não tenho amigos; não tenho esperança; sou inútil, além de ter transtornos sexuais.
    Já busquei todo tipo de ajuda, mas não encontrei o caminho certo, nem o médico interessado no problema, nem o tratamento eficiente e nem ao menos para me estabilizar.
    Já não sei mais o que fazer. Já gastei todo o meu dinheiro com médicos, exames e medicamentos, sem resultados satisfatórios.
    Não sei se a cadeia ou o cemitério seria o melhor lugar.
    Estou a ponto de perder toda a minha família.
    A vida acho que se perdeu, embora eu ainda esteja vegetando.
    Será que alguém, em algum lugar poderia me ajudar? Ascender uma luz no fundo do poço onde estou?
    Ainda não perdi a fé peço socorro a JESUS todos os dias…
    Tenho 57 anos de idade.
    Obrigado!
    Max Antônio Ferreira

  • Ola nem sei o qe dizer mas digo que nem percebo qe faco minha familia sofrer ,so sei porque minha esposa e filha estao sofrendo muito com meu jeito de tratar elas,pra mim e normal mas nao e so vejo isso quando elas estao sofrendo ao meu lado,com minha raiva ,e fico pedindo desculpas pelos meus erros , estou cansado de sofrer com essa doencia nao qero mais isso pra mim , quero ajuda quero melhorar minha vida amo muito minha familia mas estou fazendo elas sofrerem

  • Nossa Max Antônio Ferreira, li sua mensagem e fiquei tão triste, agora vi que tem pessoas em situações piores que a minha. Tenho um pouco do que vc tem,porém, ainda estou fugindo, nunca tomei remédio algum. Sofro de mudanças de humor, notei que desde domingo estou na mania, nunca fui diagnosticada com Transtorno Bipolar, mas tenho certeza que sou. Estou irritada, gastando dinheiro, falando coisas sem pensar, ontem mesmo magoei uma pessoa, pensamentos acelerados, estou criativa, impulsos sexuais aumentados…. Acredito que na mania tem exatamente essas coisas. Quando estou mais depressiva choro a toa, não quero sair de casa, fico triste, séria, calada o tempo todo. Estou indo ao médico mês que vem se Deus quiser vou procurar tratamento, espero de verdade ter efeitos porque tomar essas drogas fortes só para piorar, melhor continuar como eu estou!
    At,

Leave a Comment