Acabe HOJE com os sintomas que você está sentindo

Ansiedade E Depressão – O Que Os Médicos Nunca Lhe Disseram

ansiedade depressao

Ansiedade e depressão são dois dos problemas de saúde mental mais comuns em nossa sociedade. Ambos são apresentados como uma série de desafios emocionais e funcionais.

A ciência da medicina mente corpo nos ajuda a entender a ligação contínua entre a mente eu corpo para ver como a ansiedade e depressão podem ser causadas por uma variedade de fatores.

Eles podem incluir fatores nutricionais, psicológicos, físicos, emocionais, ambientais, sociais e espirituais, bem como tendências genéticas de doenças cerebrais.

Apesar de ouvirmos falar frequentemente sobre as causas bioquímicas, ou seja, que certas químicas no cérebro chamadas neurotransmissores estão fora de equilíbrio, ainda não é claro que eu os níveis de neurotransmissores são a causa real da ansiedade e depressão, ou simplesmente um sintoma de que a pessoa está ansiosa ou deprimida.

Revelado como acabar c/ seus ataques de pânico hoje mesmo com estas estratégias simples…

Ansiedade e depressão não são a mesma coisa, mas frequentemente elas aparecem ao mesmo tempo. É muito comum pessoas com depressão passar por ansiedade e pessoas com ansiedade ficarem deprimidas e entrarem em depressão.

Há também uma sobreposição em alguns desses tratamentos, por isso é bom aprender sobre estas duas condições.

Depressão

A depressão é um transtorno comum, que afeta mais de 350 milhões de pessoas no mundo todo.

É uma condição debilitante que afeta adversamente a vida familiar, escolar e o trabalho de uma pessoa, bem como hábitos alimentares e padrões de sono, e saúde em geral.

No Brasil, a incidência de depressão têm aumentado a cada ano nos últimos 100 anos, e agora, uma em cada 10 pessoas sofrem de depressão.

A depressão é tipicamente caracterizada pela baixa energia e humor, baixa autoestima e falta de interesse ou de prazer em atividades normalmente prazerosas.

Os sintomas incluem:

  • Transtornos do sono (sono demais ou sono de menos)
  • Mudanças no apetite e no peso
  • Irritabilidade ou ansiedade
  • Sintomas físicos crônicos, incluindo dor, distúrbios gastrointestinais, dores de cabeça, etc.
  • Perda de energia e fadiga
  • Sentimento de tristeza persistente, culpa, falta de esperança, ou falta de alto valor
  • Dificuldade para pensar, como perda de memória, dificuldade de concentração e de tomar decisões
  • Pensamentos suicidas

Outros Fatos Sobre Depressão:

Mulheres são 70% mais propensas a experimentar depressão no decorrer da vida do que homens.

Homens e mulheres têm depressão de maneira diferente. Enquanto as mulheres tendem a passar por tristeza e culpa, homens sentem cansaço ou nervosismo e são mais propensos a recorrerem ao álcool e drogas.

Apenas 50% das pessoas procuram por um tratamento convencional para a depressão, e a maior parte das pessoas obtém alguma melhora com o tratamento médico.

A depressão causa sofrimento desnecessário e é um fator de risco para suicídio.

Mulheres e adultos entre 45 e 64 anos são mais propensos a preencherem os critérios para depressão clínica, porém, mais de 3% de adolescentes entre 13 e 18 anos também já passaram por episódios de depressão.

Ansiedade

Ansiedade pode ser uma reação normal ao estresse, e pode servir como uma forma de lidar com situações difíceis.

Porém, quando a ansiedade se torna excessiva, ela pode cair na classificação do transtorno da ansiedade. Estima-se que uma em cada cinco pessoas sofrem de ansiedade, colocando ela no topo dos transtornos mais comuns no Brasil.

Transtornos de ansiedade caracterizado por sintomas físicos, emocionais e comportamentais que criam sensações desagradáveis que são tipicamente descritas como medo e preocupação, inquietação e pânico.

A preocupação é frequentemente acompanhada de sintomas físicos, especialmente fadiga, dores de cabeça, tensão muscular, dor nos músculos, dificuldade de engolir, tremedeira, irritabilidade e suor.

Sintomas emocionais incluem medo e pensamento acelerado. Pessoas sofrendo de ansiedade geralmente se retiram e procuram evitar pessoas ou certos lugares.

Embora o transtorno da ansiedade generalizada seja mais comum, existem outros transtornos da ansiedade, incluindo o transtorno obsessivo compulsivo, transtorno do pânico, fobias e transtorno do estresse pós traumático.

Usando Uma Abordagem Integrada

As recomendações neste artigo tem uma abordagem de saúde mental integrada, que incorpora mudanças no estilo de vida, terapias de integração e intervenções médicas, incluindo terapias psicossociais e o uso de medicamentos.

O campo relativamente novo da saúde mental integrada é um modelo holístico que fornece uma perspectiva útil para a saúde mental e para o tratamento da depressão e ansiedade.

Seus primeiros passos para superar a ansiedade e pânico estão aqui.

A saúde mental integrada olha profundamente na saúde física, psicológica, social e espiritual dos indivíduos e usa tratamentos baseados em evidências tanto dos sistemas de tratamento tradicionais quanto das práticas modernas científicas.

Otimizando A Saúde Cerebral

Apesar da depressão e ansiedade serem geralmente categorizadas como doenças mentais, nós achamos mais apropriado pensar sobre esses transtornos como disfunções da saúde cerebral, que está diretamente relacionado à estrutura física e aos mecanismos do cérebro, bem como problemas emocionais e de relacionamento.

Essa perspectiva enfatiza a necessidade de cuidar do cérebro, que, assim como os outros órgãos do corpo, é influenciado pelo seu estilo de vida.

Assim, o que nós comemos, como nos movimentamos, e a qualidade do nosso sono impactam no funcionamento do nosso cérebro.

Além disso, a maneira como lidamos com o estresse e outras emoções, a qualidade de nossos relacionamentos e nosso senso de propósito tem um papel importante na saúde mental/cerebral.

Um novo conceito de cérebro está emergindo. Em vez de ser um órgão estático que não muda depois da adolescência, o cérebro agora é visto como tendo uma habilidade dinâmica de mudanças no decorrer da vida em resposta ao seu ambiente.

O termo usado para explicar a capacidade do cérebro de mudar chama-se neuroplasticidade (desde pequenas mudanças celulares até um mapeamento completo), em resposta a novos aprendizados, experiência ou traumas.

Esse novo entendimento mostra a importância de prestar atenção em nossa saúde cerebral e desenvolvimento. O cérebro como um órgão, assim como o coração, precisa ter um estilo de vida saudável.

Ajudando Seu Médico A Ajudar Você

Se você sofre de sintomas moderados ou severos de depressão ou ansiedade, é crucial ter um relacionamento próximo com seu médico, fornecendo o máximo de informações que puder a ele, para que ele possa escolher a abordagem de tratamento mais apropriada a você e avaliar sua eficácia.

Uma abordagem integrada inclui terapia psicossocial eu uso da meditação, bem como terapias complementares baseadas em evidências e na promoção de mudanças no estilo de vida.

Se você está tomando algum suplemento natural junto com remédios prescritos, é importante que seu médico saiba quais suplementos você está tomando.

Se você tem algum pensamento suicida, procure um médico psiquiatra ou terapeuta imediatamente. Se a pessoa sofrendo de ansiedade e depressão não procurar ajuda sozinho, a família ou amigos dessa pessoa ou membros da esfera social dessa pessoa podem precisar intervir.

O risco de suicídio geralmente aumenta depois de uma melhora inicial causada por remédios ou suplementos, porque o indivíduo descobre mais energia e senso de auto controle. É crucial o apoio de outras pessoas durante essa parte do tratamento.

Sugestões Para Começar

Formas de começar a cuidar do seu cérebro (e do resto do seu corpo).

  1. Respire… Respiração lenta ajuda a relaxar o corpo
  1. Movimente seu corpo
  1. Passe mais tempo na natureza
  1. Procure maneiras de dormir melhor
  1. Passe mais tempo com a família e amigos que o apoio
  1. Aceite a imperfeição
  1. Qual a alimentos mais saudáveis e beba mais água
  1. Comece a meditar
  1. Pratique o perdão
  1. Pratique a gratidão todos os dias

Como está sua saúde cerebral?

9 comentários… add one

  • tenho ansiedade a 2 meses as sensassoes sao muito ruin estou fazendo tratamento com neozine pois nao consigo dormir a noite .passo mal no trabalho todos os dias mas tento me controlar .

  • Ha um mes venho sofrendo de falta de ar, medo e preocupação. ..tomo sertralina o que ajuda na depressão mas o que mais esta tirando minha qualidade de vida e a falta de ar,insonia e medo acompanhado de preocupação. .alguem pode me ajudar?

  • Há um mes venho sofrendo de falta de ar, medo e preocupação. ..tomo sertralina o que ajuda na depressão mas o que mais esta tirando minha qualidade de vida e a falta de ar,insonia e medo acompanhado de preocupação. .alguem pode me ajudar?

  • Boa Tarde

    Eu tambem luto contra a ansiedade, no inicio não sabia o que estava acontecendo comigo, ansiedade, pânico. Trabalhe com sua mente, limpe tudo que é negativo, respire fundo, tambem procure um psicólogo, se tem uma crença se apegue, a busca de paz interior, equilibrio mente e corpo. Estou aprendendo to bem, e você tambem consegue.
    Um Forte Abraço

  • Sofro e difícil de lidar com ansiedade generalizada alguém já teve e curo

  • Oi gente boa noite, eu tenho vivido ao longos anos com ansiedade e depressão, e as vezes prá mim é muito difícil lidar com isso.
    São sensações muito ruim, eu tomo sertralina e amipitrilina que me ajuda muito. Mais estes dias eu estou no crise que tá demorando passar… Pessoal a Deus que nos ajude com isso…

  • Tenho ansiedade ,depressa, mas meu piorosto problema é não conseguir dormir, deito 10:30 11:00 , quando da 1:00 da manhã acordo e não Dumont mais ,vivo cansada e mais ansiosa,já tomei todos remédiosaibam conhecidos mas nenhum resolveu,e eu precuso dormir…

  • tenho ansiedade depressão medo falta de ar tristeza insonia e pensamentos pessimista panico e ja tomei sertralina por 1 ano e nada tambem tomo aprazolan mais continuo desesperado sem querer sair de casa.

  • Eu sinto nervoso as vezes eu penso que eu vou morre eu tenho muita ensonha e eu se sinto meu coração aselerando tenho pressão baixa triste falta de atertiti pensamentos ruim me ajude

Leave a Comment