Acabe HOJE com os sintomas que você está sentindo

Causas E Soluções Para Síndrome Do Pânico No Avião

Síndrome Do Pânico No Avião

Ter um ataque de pânico dentro de um avião pode ser bastante assustador. Mesmo se você não tem necessariamente medo de voar, ainda pode existir fatores que contribuem para a síndrome do pânico nestas situações.

Neste artigo, nós vamos dar uma olhada nas potenciais razões que causam um ataque de pânico no avião durante um voo, e o que fazer para parar esse transtorno.

Causas Da Síndrome Do Pânico No Avião

As próprias fobias podem causar síndrome do pânico, mas tecnicamente ainda são apenas fobias. Elas causam medo extremo que podem criar sintomas da síndrome do pânico.

Revelado como acabar c/ o pânico de avião hoje mesmo com estas estratégias simples…

Mas nem todo ataque de pânico é fobia, mesmo dentro de um avião, e embora o medo possa estar envolvido, fobias não são as únicas causas/sintomas.

Existem muitas razões para explicar por que os ataques de pânico dentro de um avião são comuns. Obviamente o medo é uma delas, mas outras coisas podem disparar ataques de pânico também, incluindo:

“Sintomas” de avião. Só o fato de estar dentro de um avião pode causar sensações físicas que disparam um ataque de pânico, especialmente em pessoas que monitoram o corpo exageradamente.

Por exemplo, sensação de leveza, incômodo nos ouvidos e mudanças na pressão sanguínea podem disparar ataques de pânico, ou no mínimo aumentar o auto monitoramento, de uma forma que aumenta a probabilidade da pessoa ter um ataque de pânico.

Monitorar o avião. Da mesma forma que você monitora seu corpo exageradamente, você também pode prestar atenção obsessivamente em cada detalhe do avião.

Quem costuma ter síndrome do pânico no avião tendem a notar cada virada para a esquerda ou direita, cada mudança na altitude, cada recado do comandante e qualquer coisa que possa parecer que tem algo de errado.

Mesmo que não seja nada, o problema não é o fato de prestar atenção, é a tendência de pensar demais nos detalhes até virar obsessão.

Desconforto. É claro que, um simples desconforto pode levar a um ataque de pânico. Os aviões são extremamente desconfortáveis. Os assentos são pequenos, os cintos de segurança são apertados, mal sobra espaço para se mexer.

O conforto para quem tem síndrome do pânico é muito importante, portanto procure sentar no lugar mais confortável possível do avião, idealmente na frente, em cima das asas, na primeira fila ou na primeira classe.

Hiperventilação. Alguns desses problemas podem estar relacionados com a forma como as pessoas respiram dentro do avião, que é parcialmente por causa da ansiedade e parcialmente por causa das mudanças de pressão e o conforto do assento.

Muitas pessoas com síndrome do pânico tendem a hiperventilar no avião. A respiração acelera por causa da ansiedade, a barriga fica travada por causa do cinto, e a respiração em geral fica esquisita no avião.

Seus primeiros passos para superar o pânico de avião estão aqui.

A hiperventilação é um dos causadores de ataques de pânico mais comuns e é o que cria a maioria dos sintomas, portanto um grande problema que veremos abaixo como resolver.

Enjoo. Pessoas predispostas a ter enjoos por causa do movimento do avião, também estão pré dispostas a terem sintomas da síndrome do pânico.

Aviões são famosos por causarem enjoos, e se você tiver enjoo durante um voo, você também pode ter náusea e acabar respirando incorretamente, que pode acabar levando a um ataque de pânico.

Medo da síndrome do pânico. E, é claro, o medo de ter um ataque de pânico é um dos causadores comuns dos ataques de ansiedade e de pânico, e no avião você tende a pensar obsessivamente na sua síndrome do pânico. É difícil controlar, mas infelizmente quanto mais você pensa no pânico, maior a probabilidade de ter um.

O medo é, obviamente, a razão mais clara para o aumento no ataque de pânico. Qualquer coisa em relação ao avião pode causar mais ansiedade, mesmo se você não tem necessariamente o medo específico de voar.

Desde pegar o trânsito pesado até o aeroporto, estacionar, fazer o check-in, passar pela segurança, procurar o assento e finalmente decolar, as situações que criam a ansiedade de voar são muitas, e infelizmente quanto mais ansiedade uma pessoa com síndrome do pânico tem, maior a habilidade de ter um ataque de pânico durante o voo.

Como Controlar A Síndrome Do Pânico No Avião

Para reduzir a frequência e intensidade dos ataques de pânico no avião, você tem que começar bem antes.

O melhor a fazer é tratar a síndrome do pânico ou aprender a lidar com o pânico bem antes de decolar, já que exige muitas variáveis relacionadas ao voo que podem disparar ansiedade e pânico.

Você deve também pesquisar o máximo que puder sobre ataques de pânico no avião antes de entrar em um, como está fazendo agora, porque para muitas pessoas esse tipo de conhecimento ajuda elas se conhecerem melhor, e se conhecendo melhor você reduz sua ansiedade para níveis normais.

Mas caso você já esteja dentro de um avião, considere as seguintes técnicas para controlar a síndrome do pânico agora mesmo:

  • Respire melhor. Lembra que a hiperventilação é uma das maiores causadoras dos ataques de pânico? Portanto certifique-se de estar respirando de maneira eficiente.Puxe o ar por 5 segundos, segure por dois ou 3 segundos, e expire por 7 segundos, fazendo um círculo nos lábios, como se fosse assoviar. Isso vai ajudar você a melhorar seus níveis de dióxido de carbono e reduzir o pânico.
  • Converse com seu amigo. Outra coisa desagradável no avião é que falar para outras pessoas que você está com medo é difícil, porque todo mundo tem medo e elas não gostam de falar que tem medo.Mas se você tem um amigo com você, fale o que está sentindo. É melhor não querer ficar dentro da sua cabeça o tempo todo, e falar com alguém que você conhece ajuda você a sair da sua cabeça.
  • Melhore seu conforto. Esforce ao máximo para reduzir qualquer desconforto. Afrouxe o cinto de segurança, ache uma posição confortável na poltrona, desafivele o cinto da calça… Faça coisas que vão pelo menos facilitar a viagem.
  • Jogos e filmes. Tente manter sua mente o mais distraída possível. É difícil fazer isso quando você já está em pânico ou altamente ansioso, mas jogar um jogo disponível ou ver um filme novo de fato ajuda a diminuir a intensidade do ataque.

Infelizmente, a maioria das estratégias de enfrentamento do pânico e ansiedade no avião precisa ser dominada bem antes de você decolar. Você precisa garantir que já está equipado com as ferramentas necessárias.

Você já teve ataque de pânico no avião? Como se sentiu? O que fez para melhorar?

7 comentários… add one

  • Ja convivo com esta síndrome, a muitos anos tenho medo de sair! De casa ir trabalhar tomar um ônibus, sozinha, tenho k levar meu filho ou alguem pra ir ao médico! Vou ao psiquiatra tomo clonazepam.e anticioliticos.tenho que viajar de avião o que faço. Ja tenho 5 anos ja tomei remédio de formula prejudicial cou meus rins.
    .

  • os exercícios de respiração são fundamentais. eu tenho aprendido a lidar com ansiedade em locais fechados – desenvolvi isso ano passado – e já tive que viajar em pé no avião, num voo de natal para o rio, porque estava ansiosa. além da respiração pausada e consciente, acho importante se alimentar bem durante a semana que antecede o voo, evitando estimulantes (cafeína em geral), fazer exercícios físicos, alongamentos. no voo, sempre que surgem pensamentos ruins, temos que desviar a atenção para coisas boas e voltar a respirar pausadamente. por me sentir mal em lugares fechados, prefiro sentar na parte de trás, que me dá sensação de mais liberdade.

  • Eu tenho sidrome do panico des des de pequna do remedios faço terapia isso me ajudou muito sò que agora quero viajar pro Nordeste queria muito ir de avião mais o medo e muito grande meu coração dipara so de pensar o que eu faço me ajudem por favor

  • Nada disso funcionou pra mim. Acertaram em cheio quando falaram do monitoramento, os sons do avião, a sensação de leveza faz com que eu me sinta caindo, quando o avião faz uma curva e parece que vai virar… Acredito que a única forma de viajar tranquilo é passando por um bom tratamento próprio pra medo de avião, caso contrário, vamos sofrer sempre que precisarmos viajar.

  • Gente, também sofri muito por antecipação de um voo que fiz pra SP há uns quinze dias, no avião fiquei muito amedrontada, em pânico mesmo, pra eu ir ao banheiro foi luta! Mas eu queria muito viajar pra SP essa era uma oportunidade que talvez foi única para mim, eu fui! Tive diarreia antes do voo devido a ansiedade, tive mais medo da minha labirintite que do avião cair ou das turbulências kkkkk, fui atenta a tudo do voo, se as asas estavam virando, as curvas, altitudes kkkkkkkkkkkk! Mas eu enfrentei, passou e eu não morri o medo não passou, mas acredito que teria coragem de ir novamente, a unica cosia que observei na janela foi o pouso, pq estava chegando me tranquilizei!

  • Oi, eu sempre viajei bem de avião, mas desde que fui mãe que me sinto em pânico cada vez que faço viagem de avião, não sei se è preocupação pelo meu bebe ou se è mesmo os hormonas ?☹️. Fico assim desde que compro o bilhete até chegar o dia e chegar ao destino.

  • Infelizmente não viajo de avião justamente por esse motivo. Tenho ansiedade e ja tive ataque de panico umas duas vezes, e tenho a absoluta certeza de que se um dia eu me ver dentro de um avião a mais de 1000 metros de altura, com certeza terei novamente um ataque!!! Sendo assim minhas viagens são limitadas por aqui mesmo onde moro, sul do Brasil. Tenho muita vontade de conhecer o nordeste, enfim, viajar pelo Brasil por alguma agencia de viagens, mas não posso!!!

Leave a Comment