Acabe HOJE com os sintomas que você está sentindo

O Álcool E A Síndrome Do Pânico

alcool-e-sindrome-do-panico

O álcool é uma droga confusa. De um lado, o álcool causa danos no seu corpo, especialmente se você beber demais. Por outro lado, o consumo moderado de bebidas alcoólicas tem mostrado ser seguro e até saudável, de acordo com pesquisas recentes.

É difícil considerar o álcool algo ruim, sem saber o quanto uma pessoa bebeu ou se o estilo de vida dela está danificando sua saúde física ou psicológica.

Quem Tem Síndrome Do Pânico Pode Beber?

Quando você tem síndrome do pânico, o álcool pode sim ter uma influência negativa. Quem sofre de síndrome do pânico, sofre de um transtorno que pode ficar bem pior se essa pessoa está sob o efeito do álcool.

Seja um caso de superação e livre-se hoje mesmo das crises de ansiedade e pânico com estas estratégias simples…

Até mesmo uma única dose de destilado pode disparar ataques de pânico ou ataques de ansiedade, se a pessoa ter alta predisposição a ter ataques de pânico.

A Síndrome Do Pânico Pode Ser Controlada

Embora o álcool possa piorar o pânico, o álcool em si não causa um ataque de pânico sozinho. Em outras palavras, mesmo se você parar de beber álcool, você ainda vai ter síndrome do pânico, você só vai eliminar uma das causas, que é o álcool.

Você pode acabar com sua síndrome do pânico se escolher um tratamento adequado e eficiente para você. Os melhores tratamentos são aqueles que se baseiam na raiz do problema, e não dos sintomas.

Como O Álcool Influencia Na Sua Síndrome Do Pânico

O álcool não causa ataques de pânico diretamente, de maneira que pessoas com síndrome do pânico sofrem ataques de pânico com ou sem álcool.

Porém, o álcool pode disparar outras coisas que causam pânico. Existem várias razões para isso que vão ser discutidas abaixo, mas o que é importante lembrar é que se você sofre de síndrome do pânico, você sofre de um problema conhecido como hipersensibilidade.

A hipersensibilidade é quando uma pessoa é tão sensível às mudanças no corpo, que elas reparam nessas mudanças o tempo todo. Todo dia você passa por pequenas dores, mudanças no ritmo cardíaco, etc.

A maioria das pessoas mal notam essas mudanças, ou deixam passar como se não fossem importantes.

Quem sofre de síndrome do pânico, no entanto, está sempre reparando nessas mudanças, e quando achar que algo está muito errado, mesmo sendo uma coisa absolutamente insignificante, isso causa uma enchente de ansiedade que pode levar a um ataque de pânico.

Algumas das formas como o álcool pode contribuir para ataques de pânico incluem:

  • Desidratação. Um problema muito comum com todas as formas de ansiedade, incluindo síndrome do pânico, é a desidratação, especialmente quando é resultado de consumo exagerado de bebidas alcoólicas.O álcool é conhecido por ser diurético, que faz você urinar com mais frequência, desidratando seu corpo. Cada vez que você bebe uma dose de destilado ou uma lata de cerveja, você urina até duas vezes mais água, água que é tirada de outras partes do seu corpo.A desidratação causa uma série de sintomas que podem piorar sua ansiedade, e causar sensações físicas que disparam ataques de pânico.
  • Sintomas parecidos com um resfriado. Durante uma ressaca, o álcool pode causar sintomas parecidos com um resfriado, incluindo dores por todo o corpo. O interessante é que a ressaca não dispara um ataque de pânico como muitos pensam, porque sua mente consegue “explicar” os sintomas.
  • Tontura e batimentos cardíacos acelerados. Enquanto você está bebendo (e às vezes depois de beber), o álcool pode causar sensações de tontura, palpitações no coração e outros sintomas que causam ataques de pânico, especialmente se você já é naturalmente ansioso.
  • Funcionamento desordenado do corpo em geral. O álcool também simplesmente faz partes do corpo operar de maneira desordenada e fraca, especialmente os hormônios. Quando o corpo passa por estresse físico, ele também tende a experimentar estresse mental, e esse estresse mental se traduz em um aumento nos ataques de ansiedade.
  • Erros estressantes. Finalmente, quando você bebe, muitas vezes você comete erros imperdoáveis. Para alguém sem síndrome do pânico, estes erros podem ser estressantes, mas não causam impacto em suas vidas.Já para quem tem síndrome do pânico, esse estresse é adicionado aos outros estresses que você já sofre, e deixa você mais propenso a sofrer um ataque de pânico mais tarde.

Portanto, apesar do álcool não ser uma causa direta de um ataque de pânico, ele afeta as partes da mente e do corpo que mais tarde podem contribuir para o desenvolvimento da síndrome do pânico.

Tentando Tratar Sua Síndrome Do Pânico Com Álcool

Outro problema entre a síndrome do pânico e o álcool é que você pode querer beber para se auto medicar. Quando você sofre de síndrome do pânico e ansiedade, isso implica que sua capacidade natural de lidar com o estresse está comprometida.

Seus primeiros passos para superar a ansiedade e pânico estão aqui.

Você precisa reconstruir sua capacidade de lidar com seu estresse e ansiedade, para poder curar sua síndrome do pânico.

Mas quando você usa o álcool com uma frequência cada vez maior, seu cérebro começa a se acostumar com o álcool como forma de lidar com sua ansiedade e estresse, e vai perdendo cada vez mais sua capacidade de lidar com o pânico.

Eventualmente, quando você não beber álcool, você pode acabar sofrendo ataques de pânico com mais frequência do que antes, especialmente se você bebe todo dia. Esse é um problema adicional causado pelo consumo de álcool.

Você Precisa Parar De Beber?

Seria forçar demais dizer que você precisa parar de beber totalmente. Sua síndrome do pânico não será curada se você parar de beber, e beber também não garante que você terá ataques de pânico. Com moderação, o álcool não vai contribuir muito para o seu problema de síndrome do pânico.

Mas o risco existe, razão pela qual não é aconselhável beber álcool se você está passando por crises de síndrome do pânico no momento. O álcool é uma droga como qualquer outra, e qualquer coisa que afeta seu corpo negativamente, tem o potencial de contribuir para o seu problema de ansiedade e pânico.

Independentemente de você beber álcool ou não, sua síndrome do pânico precisa ser tratada separadamente.

Cortar o álcool vai ajudar, e deverá reduzir a probabilidade de você ter o próximo ataque de pânico, mas o álcool por si só não vai tratar sua síndrome do pânico completamente.

Com que frequência você bebe? E quais são seus sintomas?

22 comentários… add one

  • Bom dia .meu problema é medo .Estou com medo de ficar sozinho .Depois De morte de um amigo meu .tenho a sensação de que acho que vou ver ele .qualquer barulho já me deixa com medo .aí vem aquela dor no peito aceleração no coração essas coisas ..me de uma solução por favor.obrigado

  • Não sei o que dizer por que passa várias coisas na minha cabeça como um simples tapa dado,não sei justificar.
    Mais são coisas extremamente negativas incluindo sintomas esquisitos, coisas que eu nunca senti e tenho a sensação que não sou o mesmo desdo dia 20/08/2015 minha vida não foi a mesma realmente.
    Não sei oque fazer nessa situação tão desagradável, por que eu tinha uma vida completamente diferente doque a que eu vivo hoje.
    Fico desesperado por que eu não sei oque ta acontecendo.

  • tenho panico a 12 anos, é horrivel,todo dia acho que vou morrer, mais ainda sim tenho fé que tudo vai dar certo

  • Só curo minha ansiedade e pânico , bebendo, e muito . Fico normal bêbado, quando vai passando o efeito , os sintomas começam novamente , só começar a beber de novo começa a melhorar. Oque está acontecendo?

  • já tive duas crises de panico mais hj consigo controlar, mais após uma bebedeira só de cerveja , pois não tomo outro tipo de bebida, acordo inseguro, pensamentos negativos , deprimido sem vontade de não fazer nada… muito estanho, sensação de desmaio etc,…gosto muito de tomar uma cervejinha , mais estou ficando triste por esses sintomas estranhos já começo a beber pensando o que vou sentir no dia seguinte…

  • Oque acontece comigo eh respiração, nao consigo respirar a fundo, fadga, pensamento negativos, mto medo da morte, sempre pensando na morte… comecei a reparar que sempre depois que bebo, logo na noite de dormir, dia seguinte… a respiração fica pior, sintomas fica mais forte… e a maneira de beber é muita, muitas doses, todo tpow… pod acontecer de coratar a bebida e parar com isso?

  • Eu tenho SP só estou bem pq pesquiso muito na net sobre o assunto. enfim sinto muitos sintomas mais controlo só fico mal mesmo quando exagero na cerveja no outro dia fico mal.

  • Venho sofrendo sobia social nos últimos anos. Hoje em dia se alguém ligar pra mim para eu ir pra alguma reunião.. não consigo ir se eu não beber alguma coisa.. Quando bebo 2 serveja já fico a vontade.. Estou vivendo assim.. não consigo fazer alguma coisa socialmente sem beber alguma coisa..
    Um dia desses estava sentado no banco para ir pra o cash.. e um conhecido sentou do meu lado e começou a conversar comigo.. naquela mesma hora comecei a ter uma crise de falta de ar.. mãos e pés soando.. tremor nor corpo.. e mãos.. desconforto psicológico e fisiológico.. a única coisa que queria era sair do local… a minha senha estava chegando para ser atendido.. E mesmo assim sair do local… deixei o rapz que estava conversando comigo no vácuo.. Certamente ele acho que eu estava doido.. Sair imediatamente e fui comprar uma dose de alguma bebida quente.. tomei e voltei para o local.. Quando voltei o rapz.. já não estava… porém eu já estava super bem.. até mesmo aberto para uma conversa com qualuer um que se aproximasse. Estou muito preoculpado com isso..

  • MEU SINTOMAS SAO IDENTICOS AO DO WELLIGTON! RESPIRAÇAO MUITO OFENGANTE,FADGA E ACHO QUE VOU TER UM ATAQUE DO CORAÇAO,MEDO DE MORRER ETC! COMO CURAR ISSO?
    Oque acontece comigo eh respiração, nao consigo respirar a fundo, fadga, pensamento negativos, mto medo da morte, sempre pensando na morte… comecei a reparar que sempre depois que bebo, logo na noite de dormir, dia seguinte… a respiração fica pior, sintomas fica mais forte… e a maneira de beber é muita, muitas doses, todo tpow… pod acontecer de coratar a bebida e parar com isso?

  • Eu todos os dias sinto dores no lado esquerdo do coração de vez em quando já superei aqueles pensamentos de morrer mas as vezes ainda estão cá mas ja controlo respiração acelarada descontrolo dos músculos da barriga e pulmoes este problema pode ser controlado eu já controlo estes ataques muito bem e não tomo medicação para o nervosismo para quem pensa que vai morrer todos os dias simplesmente quando isso acontece temos que deixar o pensamento fluir ” quando acontece não lutar contra o pensamento mas sim deixa-lo fluir e rezar muito e estarmos sempre com Deus e rezar e pedir lhe ajuda sempre é mais importante estar em paz com nos próprios ” força para todos !?

  • Eu tenho sindrome do pânico há 1ano e 8 meses e desde então nunca mais consumi nenhum tipo de bebida alcóolica. Não me sinto bem quando bebo,tenho crises. Não sei mais o que fazer pois sinto falta de me divertir e beber novamente.

  • pessoal tudo isso é uma construçao da sua mente. fica tranquilo e procure um psicologo para te ajudar. sou psicologo e tenho varios pacientes com panico e ja estao completamente sarados. meu fone 67 99219 2674

  • Tenho problemas com ansiedade e sinto falta de ar , compressão no peito e sensação de estar doente sempre que tomo álcool . Só tive uma crise de pânico mais esses sintomas persistem oq me deixa preocupado já que sou etilista de fim de semana ! Oq devo fazer para me livrar destes sintomas ? Agradeço desde já pela ajuda

  • Tomo uma taça de vinho todas as noites, tenho notado certa melhora em meus ataques de ansiedade e em minha SP. Conforme relatado por outros colegas, eu também tenho problemas para dormir na noite seguinte a uma “bebedeira”, é comum eu passar a noite em claro, tentando lutar contra uma forte ansiedade e vários pensamentos negativos. Por isto, tenho evitado o consumo elevado de álcool.

  • Tenho síndrome do pânico ha muito tempo,já fiz dois tratamento o primeiro durou 8meses e fiquei alguns anos sem sentir nada.Mas em 2005 voltei a sentir os sintomas novamente ,dai fiz outro tratamento q durou 2 anos ,hoje me sinto bem melhor e consigo controlar os sintomas, quando sinto q vou ter um ataque de panico simplesmente falo pra mim mesma q logo vai passar e logo passa,mas só consegui esse controle depois de ler muito sobre o assunto e depois do meu ultimo tratamento. Hoje tenho uma vida normal,mesmo q ainda de vez enquando tendo ainda alguns sintomas, mas hoje consigo controlar.Espero q sirva de incentivo o meu depoimento.

  • O que acontece comigo é que se hj eu bebo fico bem, mas depois de dormir , acordo com paranóias, pensamentos de morte, tanto morte minha como das pessoas que amo, já fico imaginando o que farei se elas morrerem , os pensamentos vão consumindo, até chegar num estágio que parece que vou ter um treco . Eu tento controlar , mas não consigo, só para qdo tomo algum ansiolítico . Sempre que acordo depois de beber , fico revendo todas manhãs atitudes, se fiz algo que faça com que as pessoas falem mal de mim, algo que possam dizer que sou louca… É um inferno. Que remédio seria bom pra tratar isso que eu sinto, pq ansiolítico é um paliativo e não um remédio pra tratar a longo prazo! Obrigada

  • Idem ao Jonny

  • Me sinto como o Jonny

  • Realmente e um inferno tambem não aguento mais penso so na minha morte tenho um medo horrível de morrer penso 24 h por dia

  • Olá pessoal e bom poder compaatilhar o que sentimos a 1 e 3 meses atrás tive uma crise de labirintite que fui parar no hospital pensei que ia morrer minhas mãos e barriga formigando e contorcendo pensei que ia morrer coração disparado e muito medo depois desse dia minha vida n foi mais a mesma todo dia me sentia muito mau medo de morrer muitos sintomático estranho falta de ar,coração disparado,tontura ao andar,sentir que estou postando em um buraco e horrível n consigo pensar em coisas positivas só em negatividade isso está afetando até meu trabalho,formigamento nas mãos e braços,sentir que n respiro direito todo tempo fico puxando ar e horrível n sei mais o que fazer diz tratamento com sertralina 1 e meio e resolvi parar hoje tomo seakalm mais ainda tenho a ataques quase todos os dias e horrível n desejo isso a ninguém que Deus nos ajude a se libertarmos desse mau obg a tdsss

  • Sinto todos os sintomas narrados pelos amigos e quando bebo fica uma coisa de doido.em especial quando passa o efeito da bebida,antes de passar o efeito sou um super homem,mas quando passa o mundo desaba.sinto falta de ar com frequência,arritmia,deprimido,humildizinho achando q vou morrer.sentimento de culpa e arrependimento

  • Boa dia pessoal a uma semana to sentido todos esses sintomas que eu vi no depoimentos de todos vcs na primeira vez tinha bebido a semana inteira certo dia acordei com uma sensação de falta de ar, o peito apertado,coração batendo muito rapidamente e o corpo todo tremendo por causa do nervosismo achando q ia morrer tomei um calmante e melhorei mas dela pra ca fico achando q vai acontecer direto e sentindo os sintomas e quando eu bebo ou fumo não acontece nada, mais no outro dia acontece! mas ai eu consigo mais ou menos controlar mas se alguém comenta sobre o assunto, fica querendo acontecer ou acontece denovo.
    Procurando te uma vida normal fazendo exercícios fisicos emfim uma vida quase normal mais sinto esses sintomas o dia inteiro sera q to com ansiedade ou panico?

Leave a Comment