Acabe HOJE com os sintomas que você está sentindo

5 Dicas Rápidas Para Reduzir O Estresse E Parar A Ansiedade

Como o monstro de baixo da cama, o estresse e a ansiedade está roubando a paz na hora de dormir de quase 50 milhões de brasileiros.

Ansiedade também pode estar sabotando sua autoconfiança, dando um nó no seu estômago e provocando um impacto grande no seu bem-estar geral.

Aprenda a evitar as consequências desconfortáveis do estresse e da ansiedade com estas cinco dicas.

1. Lembre-se: Isso Também Vai Passar.

A roupa suja está acumulando, o bebê está com febre, e seu chefe quer aquele relatório para ontem.

Parece familiar?

Ninguém que está gerenciando a própria vida está livre do estresse…e estresse exagerado pode levar a preocupação excessiva, nervoso, pânico e dificuldade para respirar.

O primeiro passo para superar esses sentimentos negativos é reconhecer que você está passando por um estado emocional muito comum, mais conhecido como ansiedade.

Apesar de ser desconfortável, os sentimentos negativos vão passar.

Lutar contra ansiedade só vai fortalece-la.

É um paradoxo, aceitar que você está se sentindo ansioso ajuda a ativar a reação natural do corpo para relaxar.

2. Aprenda A Se Acalmar Sozinho.

Imagine caminhando pela natureza e de repente você se depara com um leão faminto… ou pior ainda, o seu chefe exigindo aquele relatório.

Quando ficamos frente a frente com uma situação que induz a ansiedade, o sistema nervoso do nosso corpo automaticamente dispara mudanças fisiológicas.

Nossa respiração fica mais rápida, adrenalina é liberada no corpo e nosso coração começa a acelerar.

Esse mecanismo de sobrevivência natural — conhecido como a reação luta ou fuga — tem a intenção de nos ajudar a escapar de uma emergência real que está ameaçando nossa vida.

Porém, quando a ameaça é imaginada (por exemplo, eu vou fracassar nessa apresentação e todo mundo vai ver que eu sou um desastre), a reação luta ou fuga é desnecessária e muito desconfortável.

Técnicas para se acalmar sozinho que reduz a reação do estresse:

  • Respiração diafragmática.

Uma das maneiras mais eficazes de ativar a reação relaxamento é diminuindo seus batimentos cardíacos.

Como nós não conseguimos alterar nosso pulso voluntariamente, serão necessárias medidas mais tangíveis.

Felizmente, batimentos cardíacos acelerados podem ser resolvidos com técnicas de respiração profunda.

A estratégia mais utilizada é respirar contraindo o diafragma, músculo horizontal no peito localizado um pouco acima do estômago.

  • Autoafirmações positivas.

Se uma criança pequena dissesse a você que ela estava nervosa demais e não queria ir para a escola no dia seguinte, o que você diria?

Obviamente que você não diria frases como “você é uma criança idiota” ou “você deveria ficar nervosa porque ninguém gosta de você”.

Você não diria isso porque o ser humano intuitivamente sabe como ajudar outras pessoas a combater o estresse, às vezes melhor do que a própria pessoa que está sofrendo.

Para aumentar o conforto emocional, é fundamental ter um auto diálogo positivo.

Quando você estiver ansioso, procure dizer para você mesmo(a) frases positivas como estas:

“Essa sensação ruim vai passar”.

“Eu vou superar isso”.

“Eu estou seguro(a) agora”.

“Eu estou ansioso(a) agora, mas eu tenho o poder de me acalmar”.

“Eu consigo sentir minha frequência cardíaca diminuindo”.

  • Relaxamento muscular.

O estresse faz nossos músculos ficarem tensos.

Para aumentar um estado de relaxamento e conforto físico, contraia e relaxe seus músculos, começando com os músculos dos pés e terminando com os músculos da cabeça.

Veja também: 5 Hábitos Ansiosos Destrutivos

3. Verifique Sua Dieta.

O que nós comemos e bebemos tem um impacto grande no nosso estado emocional.

Os alimentos que estão mais associados com o aumento da ansiedade são aqueles que contém cafeína e álcool.

Mesmo se consumido em pequenas quantidades, estudos têm mostrado que os efeitos estimulantes da cafeína podem causar ansiedade, disparar ataques de pânico e aumentar a sensação de nervoso e irritabilidade.

A cafeína, geralmente encontrada no café, refrigerante, chá e chocolate, também causa sintomas físicos como tremedeira.

Eliminar a cafeína da sua dieta abruptamente pode levar a sintomas de abstinência, como dor de cabeça, insônia e irritabilidade, por isso é importante diminuir o consumo de cafeína gradualmente.

Da mesma forma, o álcool geralmente é consumido para “aliviar o estresse”, mas na verdade o álcool desidrata o corpo e por fim acaba aumentando a ansiedade.

Um desequilíbrio das bactérias no intestino também pode causar sintomas associados a ansiedade e outros transtornos de humor.

Pesquisadores da Universidade McMaster nos Estados Unidos descobriram evidências de que o equilíbrio das bactérias no seu intestino pode ter mais a ver com seu humor do que qualquer outro fator.

4. Mexa-Se.

Todo mundo sabe que atividade física faz bem para nossa saúde física.

Acontece que, nas últimas décadas, pesquisas tem sugerido que exercícios físicos são muito mais eficazes do que meditação.

Manter uma rotina de exercícios (saudável, sem obsessão) durante a semana é comprovado que reduz o estresse, melhora o humor, aumenta a autoestima e aumenta os níveis de energia.

Durante o exercício, o corpo libera químicas chamadas endorfinas que interagem com receptores no cérebro que provocam sentimentos de euforia e redução da dor física.

Veja também: Como Parar De Sentir Nervoso Por Causa Da Ansiedade

5. Durma Mais.

Todo mundo se sente sonolento durante o dia depois de uma noite mal dormida.

Problemas de sono é comum em muitos transtornos emocionais e é difícil saber qual começou primeiro — estresse ou insônia.

Um estudo da Universidade da Pensilvânia mostrou que perder apenas algumas horas de sono aumenta os sentimentos de estresse, raiva, tristeza e exaustão.

0 comentários… add one

Leave a Comment