Acabe HOJE com os sintomas que você está sentindo

10 Coisas P/ Não Fazer No Facebook Se Você Tem Ansiedade Social

Ansiedade de Facebook é uma ansiedade moderna e o reflexo da ansiedade que você sente no dia a dia.

Interagir com as pessoas no Facebook traz muitos dos medos e inseguranças que você provavelmente sente na vida real.

A diferença é que quando você está sozinho na frente de um computador, você tem bastante tempo para começar a obcecar e passar tempo demais se preocupando com o que as outras pessoas pensam.

Dessa maneira, o Facebook pode amplificar alguns dos medos que você já sente.

Isso pode trazer consequências debilitantes para pessoas com transtorno da ansiedade social.

Felizmente, existem maneiras de usar o Facebook que vão ajudar a minimizar sua ansiedade.

O segredo é evitar algumas das “armadilhas” das redes sociais que estão inerentes no uso da internet para conexões sociais.

Se você quer administrar melhor sua ansiedade de Facebook, pare de fazer as seguintes coisas:

1. Ficar Obcecado Com O Que Você Publica.

Sim, é difícil.

Talvez você senta e ficar meia hora pensando na melhor legenda para sua foto.

Postar alguma coisa no Facebook é muito parecido com uma conversa.

Se você sofre de transtorno da ansiedade social você tem a tendência de pensar demais em tudo o que você diz.

A regra de ouro é… não passar mais do que um minuto ou dois escrevendo a legenda da sua foto ou qualquer publicação.

Se está levando mais tempo do que isso, faça um esforço para sair do aplicativo sem postar nada, para você não começar a ficar obcecado.

2. Achar Que Todo Mundo Está Se Divertindo Mais Do Que Você.

Quando você olha sua timeline, você tem a impressão de que todo mundo está se divertindo muito mais do que você.

Lembre-se que, assim como você, a maioria de seus amigos provavelmente querem aparecer no Facebook na melhor perspectiva possível.

Eles provavelmente vão publicar sobre:

  • As coisas divertidas que eles estão fazendo…
  • E como a vida deles estão maravilhosas no momento.

Tente não fazer comparações, porque você só está vendo uma versão bastante filtrada das vidas deles.

3. Achar Que Todo Mundo Tem Mais Amigos Do Que Você.

Você olha para ver quantos amigos outras pessoas tem?

Você se sente mal porque acha que tem poucos seguidores ou amigos?

Novamente, isso é uma questão de percepção.

Algumas pessoas enviam pedidos de amizade para todas as pessoas que elas conhecem… e muitas vezes nunca viram na vida real.

Obviamente, isso não significa que os dois são amigos na vida real.

Pare de se preocupar com a quantidade de amigos que você tem no Facebook e procure focar mais na qualidade da suas amizades.

Veja também: Como O Facebook Pode Amplificar A Baixa Autoestima, Narcisismo E Ansiedade

4. Desativar… Reativar… Desativar… Reativar.

Se você está em um círculo vicioso de desativar e reativar sua conta toda vez que você se sente mal por causa do Facebook, é hora de parar.

Tome uma decisão firme, de um jeito ou de outro e continue com ela por pelo menos um ano ou dois.

Se você decidir desistir, não reative sua conta jamais.

5. Ficar Preocupado Demais Na Maneira Como Você Aparece Nas Fotos.

No Facebook, você só consegue controlar as fotos que você publica.

Mesmo não tendo uma conta no Facebook, é possível que alguém tenha postado fotos de você.

Se você foi marcado ou apareceu em fotos desagradáveis, você pode remover a marcação para pessoas não encontrarem quando procurar seu nome.

Em geral, porém, lembre-se que todo mundo sai mal na foto de vez em quando.

Quem conhece você na vida real sabe exatamente como é sua verdadeira aparência!

Em um estudo de 2015 publicado no Diário da Psicologia, Comportamento e Rede Social (EUA) mostrou que ansiedade social estava associada ao uso problemático de Facebook, mas apenas por pessoas que mostravam níveis médios a altos de necessidade de reafirmação social.

Isso sugere que precisar da aprovação dos outros e ser socialmente ansioso pode contribuir para o uso exagerado do Facebook.

Além disso, um estudo de 2016 publicado no diário Problemas Transientes na Ciência da Psicologia (EUA) também mostrou que a necessidade de aprovação e uso excessivo de Facebook contribuíram para níveis mais altos de ansiedade entre pessoas extrovertidas.

Embora muitos indivíduos com ansiedade social sejam introvertidos, algumas pessoas também são extrovertidas.

Essa pesquisa sugere que a necessidade de aprovação é um fator crítico quando se trata de impacto que o Facebook causa.

Se você acha que está constantemente preocupado com o que as outras pessoas pensam das suas publicações, fotos, etc, Considere trabalhar na construção da sua autoestima, assim a opinião das outras pessoas não acabam tendo um papel maior na maneira como você se sente em relação a você mesmo(a).

Você vai acabar descobrindo que o seu tempo no Facebook diminui à medida que você se preocupa menos com o que as outras pessoas pensam.

Veja também: 10 Coisas Que Você Pode Fazer Para Melhorar Sua Ansiedade Em Situações Sociais

6. Achar Que Você Tem Que Aceitar Todos Os Pedidos De Amizade.

Você recebeu um pedido de amizade:

  • de alguém que você não conhece;
  • de alguém que você mal conhece;
  • ou de alguém que você não está nem aí para conhecer?

Você não é obrigado a aceitar todos os pedidos de amizade que você recebe.

Se você gostaria de manter seu círculo social pequeno e reservado, isso é uma escolha sua.

Não se sinta mal por ignorar pedidos de amizade ou até mesmo desfazer amizades de pessoas depois do fato.

A menos que seja alguém que você conhece bem, você não precisa se explicar.

7. Gastar Muito Tempo No Facebook.

Você acaba passando muito mais tempo em redes sociais do que você planejava?

Caso afirmativo, tente estabelecer um limite de tempo diário para navegar e postar.

Talvez de 5 a 10 minutos pela manhã ou à noite.

8. Perseguir Outras Pessoas.

Só você sabe por que você está perseguindo alguém.

Não importa se esse alguém é uma ex-namorada, alguém que estudou com você muito tempo atrás ou alguém que brigou com você, isso não é uma atividade nem um pouco produtiva.

Ficar perseguindo alguém pelas redes sociais pode dar uma sensação boa no curto prazo (você se sente bem quando a pessoa posta alguma coisa favorável a você), mas no longo prazo isso é um comportamento vicioso e uma grande perda de tempo.

Em vez disso, concentre seu tempo e esforço para conhecer melhor seus amigos.

Veja as coisas que eles gostam com base no que eles publicam, depois faça perguntas sobre esses assuntos quando você os ver pessoalmente.

9. Ter Uma Página Pública.

Se você está verdadeiramente preocupado com a privacidade das suas informações na internet, mude as configurações da sua conta para que seu perfil não seja visto pelo público em geral.

Assim você garante que está compartilhando apenas para seu círculo de amigos, e você vai se sentir mais à vontade para publicar.

10. Deixar De Sair De Casa.

O melhor uso do Facebook é como uma ferramenta para construir amizades off-line.

Em vez de passar o tempo interagindo com seus amigos on-line apenas, use o Facebook para organizar atividades que vão ajudar você a construir sua autoconfiança social.

Use o Facebook como ferramenta para facilitar a conexão com as pessoas e o seu tempo será bem gasto.

Conclusão.

Usar o Facebook excessivamente pode diminuir seu bem-estar físico e psicológico.

Se você acha que está incapaz de reduzir seu o tempo que você gasta no Facebook, ou acha que o uso de redes sociais estão afetando negativamente seu humor, nível de ansiedade ou qualidade de vida, considere conversar com um amigo, membro da família ou seu médico sobre estratégias que você pode usar para ajudar a controlar o impacto do Facebook na sua vida.

0 comentários… add one

Leave a Comment