Como Se Livrar Da Síndrome Do Pânico Dormindo

Como Se Livrar Da Síndrome Do Pânico Dormindo
Ataques de pânico noturnos

Ataques de pânico noturnos pode atrapalhar a sua vida diária e deixá-lo preso a ansiedade crônica do sono. Aqui vamos explicar como aliviar sua ansiedade e síndrome do pânico enquanto dorme.

Surpreendentemente Comum

A síndrome do pânico noturna é um ataque de pânico que ocorre no meio do seu sono, e acorda você sem motivo aparente.

Não há muito estudo para síndrome do pânico noturno especificamente, por isso muita gente fica excessivamente preocupadas quando experimentam um ataque de pânico durante a noite. Eles muitas vezes acham que o pânico está se espalhando, e acham que podem estar desenvolvendo outras doenças ou outras formas de pânico.

Livre-se dos ataques de pânico antes e durante o sono em questão de minutos usando estas estratégias simples…

No entanto, os poucos estudos que existem sugerem que entre 50% a 70% das pessoas com Síndrome do Pânico vai experimentar pelo menos um ataque de pânico durante a noite.

Naturalmente, é um sentimento terrível ser despertado por um ataque de pânico durante a noite. Tem toda a grande surpresa e confusão de um ataque quando de dia, somado com o fato de que você acorda sem saber o que está acontecendo.

Você provavelmente também se sente mais vulnerável ​​porque está escuro e no meio da noite.

Por quê?

Ficar preso no “porquê” (“porque isso está acontecendo comigo?”) é comum em pessoas com síndrome do pânico, e isto aplica-se duplamente para pessoas que lutam com ataques de pânico noturnos.

Pacientes têm sofrido com perguntas como:

“Eu não estou pensando quando eu estou dormindo, então como isso pode estar acontecendo?”

Não se sabe muito sobre o que dispara um ataque de pânico durante a noite, mas nós sabemos que o cérebro não desliga durante o sono.

É razoável supor que o processo é praticamente o mesmo que o processo de um ataque durante o dia, só que isso acontece de uma maneira menos consciente. E os sintomas de um ataque noturno são praticamente os mesmos sintomas que você recebe durante o dia.

Portanto, faz sentido não focar sua atenção no “porquê”, e em vez disso focar nas questões “o que está acontecendo?” e “como eu vou me livrar disso?”.

Como eliminar a síndrome do pânico dormindo?

Levante-se, Fique de pé e acorde!

Se você acabou de ser despertado por um ataque de pânico noturno, as chances de você voltar a dormir rapidamente são muito baixas. Se você quiser, dê um minuto para ver se você tem sorte o suficiente para que isso ocorra, mas não espere mais do que isso.

Quanto mais tempo você ficar lá se perguntando, mais pânico e frustração você provavelmente vai ter.

Então levante-se e saia da cama. Acorde totalmente. Jogue um pouco de água em seu rosto, tome um copo de água, vai ver como está o cachorro, gato, ou periquito.

Faça algumas coisas comuns para se ajudar a acordar. A síndrome do pânico noturna não é a mesma coisa que um pesadelo, mas você pode tratá-lo como um.

Não ligue a TV, comece a ler, ou tente outras coisas sem muita luz, depois faça um esforço para voltar a dormir. Muita gente tenta distrair-se da síndrome do pânico noturna apenas mentalmente, mas não faça isso, porque distração funciona melhor quando é espontânea.

Com síndrome do pânico enquanto está dormindo, você está sujeito a tentar exaustivamente se distrair e entrar em uma luta com seus pensamentos. Se distração vai ajudar, deve ajudar de imediato. Dê-lhe um minuto, no máximo.

Vá no mesmo caminho do Pânico

Fique longe da cama por um tempo, depois tente voltar a dormir. Vá no mesmo caminho do pânico noturno, em vez de contra ele.

As melhores reações aos ataques de pânico enquanto está dormindo são aquelas que dependem de aceitação e de observação, em vez de resistir e ignorar.

Deixe sua síndrome do pânico noturna se dissolver dessa maneira.

Após o ataque de pânico

Volte para a cama quando você se sentir pronto para dormir. Se você continuar a se sentir energizado depois que um ataque de pânico noturno tenha terminado, é melhor você fazer alguma coisa chata, como lavar a louça.

Escolha uma tarefa chata, braçal, desconfortável, algo que não vai motivá-lo a ficar acordado. Assistir aquele filme que você estava esperando ansiosamente não seria uma boa escolha.

Se você se sentir mais ou menos pronto para dormir, mas ainda quer uma atividade de transição, escolha uma que não seja tão interessante ou estimulante que te mantém acordado.

Um breve exercício de relaxamento, ou respiração profunda, muitas vezes, funcionam melhor do que TV ou leitura. Você está se preparando para dormir agora.

No dia seguinte, e para o futuro …

Alguém que acabou de ter um primeiro ataque de pânico noturno fica propício se preocupar em ter outro. O pensamento “e se eu tiver crise de pânico hoje à noite?” provavelmente vai passar pela sua cabeça no dia seguinte.

Essa é uma resposta natural, normal. É só você experimentando um pouco de nervosismo, e é melhor se deixar pensar assim, do que lutar contra esse pensamento.

As pessoas muitas vezes reagem a essa preocupação concentrando-se mais em suas perspectivas para o sono.

Eles pensam muito no momento de ir para a cama; tentam cansar-se durante o dia; pensam em tomar remédio para dormir, ou bebidas alcoólicas, para garantir o sono; consultam todas as atividades importantes que agendou no trabalho, em casa ou na escola, e se preocupam demais na incapacidade de funcionar bem se não dormir direito, e assim por diante.

São esses mesmos esforços que levam a mais problemas com ansiedade do sono.

Livre-se hoje mesmo de TODOS os sintomas sabendo exatamente o que fazer. Descubra aqui.

Alguns Pensamentos sobre o sono

Nós somos uma espécie que faz as coisas acontecerem. Nós dirigimos para trabalhar, levamos as crianças na escola na hora, colocamos o lixo na lixeira da calçada, fazemos o jantar, e assim por diante. Fazemos as coisas acontecerem.

O sono não é assim. O sono é algo que você tem que permitir acontecer. Se você tentar “cair no sono”, o que você provavelmente vai conseguir é uma piora na sua capacidade de dormir.

Você não consegue fazer sono. Você pode muito bem colocar mais sal ou mais gordura no seu jantar. Desfrutar mais do seu jantar é algo que você permite acontecer. Você não faz isso acontecer.

É o mesmo com o sono. Você cria as circunstâncias corretas, um lugar escuro, tranquilo e confortável. Daí você deita e se permite dormir. Algumas noites são mais fáceis do que outras.

“E se eu não consigo dormir?”

Às vezes as pessoas se encontram em um estado de preocupação excessiva com o sono, constantemente tentando afastar, ou refutar a pergunta “e se …?”. Em resposta, elas imaginam todos os tipos de circunstâncias terríveis – não dormir durante 7 dias seguidos, enlouquecer, ficar incapaz de trabalhar ou até de manter o emprego, e assim por diante.

Isso é o que discutir com os pensamentos “e se …?” vai fazer por você. Isso deixa você mais envolvido em discutir com você mesmo. Este pensamento sobre o sono é apenas uma variação dos pensamentos de pânico de costume: “e se eu tiver um ataque cardíaco?”, “e se eu desmaiar?”, “e se eu ficar louco?”, E assim por diante.

Portanto, o desafio aqui é reconhecer o “e se eu não conseguir dormir?” como um sintoma de nervosismo, nada mais nada menos, e tratá-lo dessa forma. Não é uma mensagem importante ou aviso. Isso é só você ficando nervoso.

Que sintomas você sente quando você está na cama e não consegue dormir?

  • Anônimo disse:

    Eu tbm sinto isso e muito estranha
    É difícil as vezes as pessoas não intende o que a gente passa mais Deus esta no controle de tudo Simone

  • EDUARDO IGOR DOS SANTOS BARBOSA disse:

    Acabei de acordar pensando que estava infartado, é horrível, minha esposa está aqui do meu lado, e eu não consigo mais dormir

  • João Paulo disse:

    Isso acaba com a vida de qualquer um aonde estar a cura ?71 8883 2907

  • Patricia disse:

    Acabei de ter uma crise, são 1:21 da madrugada acordei desesperada achando que estava morrendo, não sentia as pernas nem os braços tudo amortecido. Uma aflição gigante. Ja nao é a primeira vez mas dessa foi intensa. Agora estou como se tivesse um nervo dentro do olho esquerdo repuxando e medo de dormir.

  • Luciana disse:

    Gente estou aqui por achei que era somente eu que sentia essas coisas , nao sei o que acontece acordo parecendo que estou perdendo todas as força e que estou morrendo e depois consigo gritar e o coração parece que volta desparado e adormece tudo e muito estranho depois vou voltando ao normal aos poucos ! Isso é horrível??

  • Raquel disse:

    Boa noite! Faz um mês que tenho esses sintomas todassss as noites é a coisa mais horrível do mundo!!! Não sei mais oq fazer!!! Vou enlouquecer!!!! Sinto isso a noite inteira, não consigo dormir, passo noites e noites acordadas, estou tomando revotril mas não faz nenhum efeito!! Faço tratamento com o psiquiatra e nada tbm!!!! Me ajudem por favor!!!

  • Jonas saul disse:

    Eu tenho o sono interrompido por algum motivo,tenhou parcialmente acordado, ou as vezes consciente de que estou dormindo.
    Uma sensação de “vou morrer neste exato instante” toma conta de mim. E por algum motivo fico extremamente assustado exextremamente.
    Eu me sinto congelado, ou incapaz de se mover. Qualquer pequeno movimento exige grande esforço para ser realizado.
    Uma energia vibra pela coluna. É como se fosse “calafrios” ou “arrepios” se movessem por mim.
    Tenho visões esquisitas de pessoas que ja morreram é como se estivessem próximo de mim. Até escuto vozes gritando, e outras me chamando em susurros.

    Disseram pra mim que isso é uma experiência de morte.
    E se eu morrer agora vou para o inferno!.
    Preciso mudar. Para que na próxima vez que isso acontecer eu venha ter visões de natureza, coisas lindas e de paz!

  • Lays disse:

    Pessoal eu tive isso por aproximadamente 1 ano, não precisei ir ao medico, graças a Deus hj estou bem, oque me curou foi jesus, fui liberta por ele,

  • sandrita disse:

    Ola

    Está noite acordei, ia para me por a pé e não consegui, começou tudo a “fugir”, amarrava-me a cama, mas era difícil de sentir segura, ao mínimo movimento era um desespero, tudo fugia e por mais força que eu fizesse a tentar me segurar, tudo se mexia e parecia que mesmo eu ai deitada ia cair.

    Depois de muitos minutos (pelo menos 25) com a ajuda do meu marido sempre consegui ir a casa de banho, mas ele teve de me segurar e me segurar bem.
    Tirar a minha camisola porque eu estava a suar muito.

    Estava impossivel me mexer, tudo sugia, para me levantar fui terrivel. Mas depois sempre conseguimos e melhorou aos poucos.

    Não sei o que me aconteceu, se fui um ataque de panico/ ansiedade ou não.

    Achei que estava calma quando me deitei, mas o certo é que a dias que ando cheia de medo porque tenho que fazer umas biopsias a tiroide e pescoço e hoje era uma consulta no hospital…

  • André Felipe disse:

    Mais uma noite sem dormir e lá se vão 6 meses desde primeira crise, ansiedade,sensação de desmaio, falta de ar, garganta fechada,tonturas,inquietação,dores no abdômen, palpitações…etc, já senti varias destes ou até todos os sintomas juntos, por mais que tenha uma vida social normal, quando chega a hora de dormir se torna a pior parte do meu dia pois o sono não, ao fechar os olhos vem aquela sensação ruim e aquela tristeza e aquelas perguntas por que comigo ? Oque me deixa mais chateado éo fato de ter apenas 23 estar na flor da idade e sofrer desse mal que não sei quais motivos levaram a telo, além de dormir só com uso de medicamento pois ele causa dependência que o caso do “rivotril” não poder fazer atividades com aquela disposição pois o corpo estar mal descansado e vem a falta de atenção,estresse, q irritabilidade e viver num vida de mentir pra se mesmo por fora demostrar alegria e por dentro saber que não estar bem, mais sou forte e sei que vou vencer isso, pois os verdadeiros campeões passaram por grandes dificuldades até sairem vitoriosos, espero ter ajudado de alguma forma ao compartilhar minhas experiência com vocês espero que todos consigam vencer isso e ter uma Vida feliz ! André Felipe 19 se julho de 2018

  • José Lui disse:

    Madrugada de 22/07/2018, 1:30

    Acordei em pânico. Tive um sonho, só lembro que era uma praia…

    Depois eu continuo… Sono, graças a Deus

  • Sil disse:

    Boa noite
    É horrível a sensação parece que vou ter um AVC, mha boca fica seca a língua trava, minhas pernas ficam mole
    É a segunda vez que sinto, estou começando dormir e do nada eu acordo desesperada sem saber o que está acontecendo, corro e deixo a porta aberta, fico com medo de morrer e estar sozinha e eu não conseguir abrir sei lá…é sufocante desesperador…

  • Aporrinhar disse:

    Olá pessoal, fazia um tempo que eu não passava por isso, mas infelizmente nesta madrugada fui surpreendida por uma crise de pânico. Agora estou aqui com muito sono porém estou com medo de dormir e ter nova crise.
    Ter essa crise, viver isso não é fácil. Eu fico me perguntando… quando isso irá acabar!?
    Não aguento mais. Tenho filhos e preciso trabalhar e cuidar deles pois precisam de mim.

  • Francisco disse:

    São exatamente 03:49 da manhã, primeira vez que sinto isso, acordei no meio do somo com a sensação do braço esquerdo adormecido, seguindo de u medo enorme, tremores, angustiado, com mto medo, sensação como se fosse morrer, boca seca, horrível, de imediato procurei na internet e vi esse site e os comentários condiziam com o que estava passando, uma vontade de ir ao médico, acho que tive a síndrome do sono

  • Anny rafaeli disse:

    Gente acabei de acorda depois de um ataque, acordei com o coração muito acelerado e já é a terceira vez hoje, tenho muito medo, já não sei mais o que fazer, não quero tomar esses remédios! Mas também não tô conseguindo dormir 🙁 só tenho 16 anos, por que não tô mais conseguindo ter uma vida normal? Tô muito triste ×(

  • Barná disse:

    Isa e João, eu estou passando exatamente o que vcs estão passando. Estou num sofrimento tremendo. Não sei mais o que fazer. Só sei com certeza, no meu caso, é uma garga de ansiedade muito grande, Vou atrás de uma solução. Sucesso para vcs. Fiquem com Deus. Confie! Vamos superar essa situação.

  • Kely disse:

    Tive isso por um tempo e depois engravidei e não tive mais. Hoje meu filho tem 9 anos e as crises voltaram….meu Deus é horrível. Geralmente acordo no outro cômodo da casa já me debatendo e sem ar. Meu coração acelerado, e eu enlouquecida tentando retomar os sentidos. É como se a alma estivesse saído do corpo e eu me dado conta disso. Muitas vezes meu marido presencia e se assusta. Me dá vergonha. Ele não entende! É muito ruim isso.

  • Leo disse:

    Tambem tenho muito ruin mesmo melvor mesmo levantar da cama tomar um copo dagua sentar na cadeira e orar passar em 5 minutos

  • >