Acabe HOJE com os sintomas que você está sentindo

Por Que Falhamos Em Controlar Pensamentos Indesejados

Pense em um momento em que você simplesmente não conseguia impedir que algo aparecesse em sua cabeça.

Quer se trate de uma letra da música da Katy Perry que você nem gostava, ou de uma lembrança daquela desastrosa frase que você soltou em um restaurante com um grupo de amigos novos, seis anos atrás.

Por acaso, muitas vezes são as coisas negativas que gostam de permanecer em repetição mental sem nossa permissão consciente.

Memórias intrusivas e não solicitadas são algo que todos experimentamos de vez em quando.

Veja também: Dicas para Parar os Pensamentos Acelerados da Ansiedade

Para alguns, elas são principalmente inócuas – pequenas peculiaridades irritantes da mente.

Mas para outros, como aqueles com ansiedade e TOC, os pensamentos incontroláveis ​​podem causar estragos no funcionamento mental básico. Pensamentos indesejados, especialmente aqueles relacionados ao senso de si mesmo, podem prejudicar o funcionamento ideal.

A questão é: quem tem controle sobre seus pensamentos (negativos)?

E por que?

Os pesquisadores agora estão começando a entender que designamos mecanismos de defesa neural que impedem que pensamentos intrusivos sequestrem completamente nosso cérebro.

Em particular, é um sistema de controle neurológico no córtex pré-frontal, uma área cerebral envolvida no controle executivo e, neste caso, na inibição de pensamentos intrusivos.

O sistema, no entanto, não é perfeito o tempo todo.

E é essa desregulação que talvez possa explicar a base de muitos distúrbios psiquiátricos, incluindo transtorno do estresse pós-traumático, transtorno da ansiedade generalizada, TOC e esquizofrenia.

Agora, os pesquisadores estão aprendendo que isso pode estar relacionado a outra região cerebral candidata além do córtex pré-frontal – o hipocampo.

A ativação do hipocampo, que estamos entendendo, parece estar envolvida em casos patológicos de pensamentos intrusivos.

O Hipocampo E A Intrusão De Pensamentos: O Que Sabemos?

Veja também: Como A Ansiedade Provoca Todos Os Tipos De Pensamentos Assustadores

O neurotransmissor GABA, conhecido por suas propriedades inibitórias, tem sido associado à ativação desregulada do hipocampo e a instâncias patológicas de pensamentos intrusivos.

Mas os mecanismos reais subjacentes à atividade do GABA relacionada ao hipocampo e o controle sobre pensamentos intrusivos continuam sendo um mistério.

Como exatamente o GABA no hipocampo contribui para evitar pensamentos indesejados?

O Dr. Taylor W. Schmitz e colegas, um grupo de neurocientistas da Universidade de Cambridge, levantaram a hipótese de uma ligação entre a atividade do GABA no hipocampo e o caminho do cérebro para o córtex pré-frontal.

É esse sistema juntos, previram os pesquisadores, que ajuda a manter nossos pensamentos intrusivos sob controle.

O Experimento

Os pesquisadores usaram uma tarefa chamada procedimento ‘Pense/Não-pense’, em que os participantes aprenderam a associar pares de palavras que não estavam conectadas em seu significado.

Por exemplo, maçã/motocicleta ou telefone/pepino.

Foi solicitado aos participantes que recordassem a palavra associada ao receber uma sugestão verde ou que a suprimisse quando uma sugestão vermelha fosse exibida.

Se eles mostrassem ‘maçã’ em verde, eles deveriam pensar na palavra associada ‘motocicleta’ e vice-versa.

Os pesquisadores observaram a atividade cerebral dos participantes usando uma combinação de ressonância magnética funcional (fMRI) e espectroscopia de ressonância magnética.

A fMRI permitiu observar o nível de atividade nas principais regiões cerebrais de interesse, enquanto a espectroscopia os ajudou a medir a química cerebral subjacente.

Dr. Schmitz e colegas descobriram que participantes com menos GABA do hipocampo tinham função prejudicada na supressão da ativação do hipocampo (ou seja, foram encontrados maiores níveis de ativação no hipocampo durante a tarefa).

A atividade hipocampal prejudicada, por sua vez, levou ao controle pré-frontal comprometido, o que reduziu a capacidade de suprimir pensamentos durante a tarefa ‘Pensar/Não Pensar’.

O Que Isso Significa E Direções Futuras

A pesquisa descobriu com sucesso uma ligação entre os mecanismos de controle propostos no córtex pré-frontal e a atividade de GABA no hipocampo.

A teoria tradicional via o córtex pré-frontal como a principal porta de entrada para o controle de pensamentos negativos e indesejados.

Mas aqui estamos vendo que a ativação do hipocampo, e o GABA reduzido em particular, formam a base desse caminho de controle do pensamento no cérebro.

As descobertas fornecem informações sobre por que tendemos a observar o aumento da atividade hipocampal em distúrbios psiquiátricos como a esquizofrenia.

Os pensamentos e imagens indesejadas resultantes de hipocampos hiperativos poderiam explicar, por exemplo, por que os pacientes com esquizofrenia frequentemente sofrem de alucinações, entre muitos outros sintomas relacionados à ansiedade.

Direções futuras podem considerar a atividade GABA do hipocampo de pacientes psiquiátricos e podem abrir o caminho para o tratamento da intrusão patológica do pensamento.

Alterações nas intervenções farmacológicas podem ser de interesse para futuros pesquisadores e profissionais.

Referências

Schmitz, TW, Correia, MM, Ferreira, CS, Prescot, AP e Anderson, MC (2017).

O GABA hipocampal permite o controle inibitório sobre pensamentos indesejados.

Nature Communications, 8, 1311, doi: 10.1038/s41467-017-00956-z 

>